Bióloga brasiliense irá testar pela primeira vez novo jogo de cartas que trata da metamorfose dos animais

 

Como forma de popularizar a ciência e despertar a conscientização ambiental de crianças e adolescentes por meio da diversão, a bióloga brasiliense Nurit Bensusan aposta na criação de jogos infantis que trazem curiosidades sobre os seres vivos. Desta vez, o público infantil terá a oportunidade de testar o baralho Metamorfus, além de por em prática os desafios das cartas dos sucessos Bioquê? e Tsunami.  O evento será realizado nesse sábado (9/6), às 15h como parte da Semana da Sustentabilidade da Livraria Cultura do shopping Iguatemi. A programação inclui aulas de yoga e leitura do livro Quanto dura um rinoceronte?, também de autoria da bióloga. A entrada é franca.

Doutora em Educação e mestre em Ecologia, Nurit Bensusan resolveu aliar a experiência profissional, inclusive como ex-coordenadora de políticas públicas do WWF Brasil, com a preocupação de mãe: encontrar no mercado jogos infantis que estimulem o aprendizado de forma lúdica. O protótipo já integra a quarta criação da Biolúdica, empresa lançada por Nurit no final de 2011. “Você sabe se a formiga faz metamorfose? E a aranha? O Metamorfus é um jogo de cartas que aborda o ciclo de vida dos animais que fazem metamorfose ou não”, explica Nurit, que prevê o lançamento para outubro.

Bioquê? e Tsunami

Além de oferecer um entretenimento inteligente, os jogos da Biolúdica contribuem com a interação social em plena era digital. O jogo Bioquê? é um dos preferidos pelas crianças por exigir conhecimento e ao mesmo tempo agilidade para responder às charadas das cartas com as divertidas figuras de animais customizados. Já em Tsunami, a brincadeira fica mais séria com o jogo que propõe estratégias de preservação da natureza com a formação de ambientes marinhos em meio às ameaças como os tsunamis e a pesca predatória.

Entre as próximas novidades, a pesquisadora e também engenheira florestal adianta um jogo com desafios específicos para o Cerrado e um livro que mescla labirintos e informações em torno dos principais parques nacionais. “O objetivo é sempre apresentarmos jogos muito instigantes onde a diversão é garantida, mas que ofereça aprendizado também. Eu costumo dizer que a ideia é um pouco a do jogo War. Ninguém jogou o War para aprender geografia, mas todos nós sabemos onde fica Dudinka, Omsk e Vladivostok graças a ele”, brinca.

Sobre Nurit Bensusan

Bióloga e engenheira florestal, é pós-graduada em História e Filosofia da Ciência pela Universidade Hebraica de Jerusalém, mestre em Ecologia e doutora em Educação pela Universidade de Brasília. É autora do blog Nosso Planeta, do jornal O Globo ( http://oglobo.globo.com/blogs/nossoplaneta ), uma de suas plataformas de popularização da ciência, e criadora da Biolúdica ( http://www.bioludica.com.br ), oficina de jogos com temas biológicos voltada para crianças e adolescentes.. Participa também do coletivo de ideias Biotrix ( www.biotrix.com.br ). Com diversos livros publicados, entre eles Biodiversidade: é para comer, vestir ou passar no cabelo; Meio Ambiente: e eu com isso?, e Quanto dura um rinoceronte? (editora Peirópolis), foi responsável pela área de biodiversidade e coordenadora de políticas públicas do WWF Brasil, coordenadora de biodiversidade no Instituto Socioambiental e coordenadora do núcleo de gestão do conhecimento do Instituto Internacional de Educação do Brasil.

Serviço: Oficina de criação de jogos Biolúdica Data: 9 de junho de 2012 Hora: 15h Local: Livraria Cultura  do shopping Iguatemi (SHIN CA 4, lote A – Lago Norte) Informações: 3577 5000 Biolúdica: www.bioludica.com.br Pontos de venda: Livraria Cultura do CasaPark (tirar isso, vende em todas a s Culturas de Brasília) e 102 Norte, bloco B, loja 56 (Brasília/DF)

Assessoria de imprensa (Biolúdica)
Clarice Gulyas (61) 8177 3832 / 8428 0719
claricegulyas@gmail.com

Anúncios