Dia do Rinoceronte movimenta café de Brasília

A comemoração o dia do Rinoceronte teve uma atenção especial da Biolúdica, que realizou uma competição de charadas para fazer um alerta sobre a atual situação dos animais

Quanto dura um rinoceronte - nurit bensusan

O Dia do Rinoceronte foi marcado de forma divertida com um alerta sobre a atual situação do animal, que está em extinção. Comandada pela bióloga brasiliense Nurit Bensusan, a Biolúdica realizou, no último domingo, uma competição de charadas no Ernesto Cafés Especiais, na Asa Sul. O vencedor foi Carlos Ramos, que além de uma saborosa sobremesa do Café Ernesto, ganhou um kit com o livro “Quanto tempo dura um rinoceronte”, uma obra do Pablo Neruda, um conjunto de coador e xícara, e ainda a opção de escolher um jogo da Biolúdica (oficina de criação de jogos sobre ciência e meio ambiente para crianças).

“É muito importante conscientizar a população de que existem muitos animais que deixarão de existir. O rinoceronte é um exemplo disso. Atualmente temos cerca de 35 espécies do animal em extinção, comemorar o dia do rinoceronte, explicando a importância dele e curiosidades fazem a diferença”, conta Nurit.

A bióloga e também engenheira florestal acredita que aprender sobre o meio ambiente e os seres vivos é mais produtivo quando se aprende com diversão e interação. Por isso, a Biolúdica tem a proposta de oferecer às crianças e adultos jogos interessantes, instigantes e divertidos, que fazem com que os jogadores aprendam sobre temas biológicos brincando.

Nurit, que é autora de mais de 12 livros técnicos sobre biologia, revela que o trabalho com crianças é especialmente gratificante. “O público infantil é diferente do adulto, não só por terem outra forma de se interessar pelas coisas, sem a relação utilitarista que ‘gente grande’ costuma ter, mas também por terem uma empatia muito forte pelos assuntos ambientais. Conservar essa empatia pode fazer muita diferença para o futuro”, completa a bióloga, doutora em Educação e mestre em Ecologia.thais roriz bioludica

Cláudio Ramos foi o grande vencedor da competição de charadas da Biolúdica no Dia do Rinoceronte, realizado no último domingo no Ernesto Café!! A esposa dele, Thais Roriz, passou no café para buscar um kit especial da Biolúdica em parceria com o Ernesto Café. 

Sobre Nurit Bensusan

Bióloga e engenheira florestal, pós-graduada em História e Filosofia da Ciência pela Universidade Hebraica de Jerusalém, mestre em Ecologia e doutora em Educação pela Universidade de Brasília (UnB). É autora do blog Nosso Planeta, do jornal O Globo ( http://oglobo.globo.com/blogs/nossoplaneta ), uma de suas plataformas de popularização da ciência, e criadora da Biolúdica (http://www.bioludica.com.br), oficina de jogos com temas biológicos voltada para crianças e adolescentes. Participa também do coletivo de ideias Biotrix ( http://www.biotrix.com.br ). Com mais de 12 livros publicados, entre eles Biodiversidade: é para comer, vestir ou passar no cabelo; Meio Ambiente: e eu com isso?; Quanto dura um rinoceronte?; Rio + 20, +21, +22, +23 (da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), e Seria melhor mandar ladrilhar? (Editora Universidade de Brasília e Peirópolis). Foi responsável pela área de biodiversidade e coordenadora de políticas públicas do WWF Brasil, coordenadora de biodiversidade no Instituto Socioambiental e coordenadora do núcleo de gestão do conhecimento do Instituto Internacional de Educação do Brasil.

Entrevista em vídeo:
Nurit Bensusan conta como se tornou escritora – Biolúdica

Nurit Bensusan fala sobre o livro-jogo Labirintos – Parques Nacionais
http://www.youtube.com/watch?v=Wrqp4j4jAJU

Mais informações:
http://www.bioludica.com

Assessoria de Imprensa:
Gulyas Comunicação
Camila Gomes – camila.dreamscomunicacoes@gmail.com
21. 7950-5868 / 21. 3579-9650
Clarice Gulyas – claricegulyas@gmail.com
61.8177-3832

Anúncios