Biolúdica é exemplo no Dia do Biólogo

Confira reportagem do site E Aí, Leu?
http://www.eaileu.com.br/biologa-brasiliense-e-exemplo-no-dia-do-biologo/

Dia do Biólogo - Portal E aí, Leu - 03.09.13

Anúncios

Bióloga brasiliense é exemplo no Dia do Biólogo

Bióloga brasiliense é exemplo no Dia do Biólogo

nurit bensusan 2

No próximo dia 3 de setembro, o Brasil comemora o Dia do Biólogo. A data foi implementada em 1979, através da Lei 6.684. Em Brasília, a bióloga Nurit Bensusan aposta no público infantil para despertar o interesse pela ciência, por meio da criação de jogos e livros infantis. A aposta tem dado tão certo que ela foi premiada nacionalmente com seu último livro, Labirintos – Parques Nacionais. Atualmente, segundo o Conselho Federal de Biologia –CFBio, existem no Brasil cerca de 80 mil profissionais cadastrados. A bióloga e também engenheira florestal acredita que aprender sobre ciência e meio ambiente é mais produtivo quando isso é feito com diversão e interação. Nurit, que é autora de livros técnicos sobre biologia e livros de popularização da ciência para adultos, revela que o trabalho com crianças é especialmente gratificante. “O público infantil é diferente do adulto, não só por terem outra forma de se interessar pelas coisas, sem a relação utilitarista que ‘gente grande’ costuma ter, mas também por terem uma empatia muito forte pelos assuntos ambientais. Conservar essa empatia pode fazer muita diferença para o futuro”, completa a bióloga, doutora em Educação e mestre em Ecologia.

Reconhecimento nacional
Mas os jogos não são as únicas formas de estimular o interesse da garotada, a empresa lançada por Nurit, em 2010, a Biolúdica, também conta com livros interativos para as crianças. Um exemplo é a obra Labirintos – Parques Nacionais, publicada em parceria com a Editora Peirópolis, premiada com o selo “O Melhor para a Criança”, na categoria informativo, pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) esse ano. O livro faz uma viagem por doze parques nacionais brasileiros por meio de ilustração diferenciada e curiosidades divertidas. Outros destaques são o livro Rio + 20, 21, 22… (lançado na abertura da Rio + 20, no ano passado) e o título Quanto Dura Um Rinoceronte?, publicado pela editora Peirópolis, que ganhou o selo de Altamente Recomendável pela FNLIJ, também esse ano. A Biolúdica também conta hoje com cinco jogos de cartas desenvolvidos por Nurit Bensusan, sendo dois deles lançados no final do ano passado, junto com o livro Labirintos – Parques Nacionais. Além da venda online pela página oficial da loja, os jogos e livros da Biolúdica podem ser encontrados em livrarias diversas e cafés de Brasília. Para Nurit Bensusan, ajudar a popularizar a ciência entre as crianças é um dos trabalhos mais importantes e gratificantes de sua carreira, pois, no Brasil, ainda faltam obras de qualidade sobre ciência e meio ambiente para o público infantil. “A maioria dos livros de divulgação cientifica, especialmente quando voltados às crianças, tendem a simplificar ao máximo o tema, tornando-se superficiais e pobres de informações. Acredito que a melhor maneira não é simplificar, mas manter a complexidade e profundidade do tema, não subestimando o leitor, nem adultos, nem crianças.”, ressalta.

Sobre Nurit Bensusan Bióloga e engenheira florestal, pós-graduada em História e Filosofia da Ciência pela Universidade Hebraica de Jerusalém, mestre em Ecologia e doutora em Educação pela Universidade de Brasília (UnB). É autora do blog Nosso Planeta, do jornal O Globo (http://oglobo.globo.com/blogs/nossoplaneta), uma de suas plataformas de popularização da ciência, e criadora da Biolúdica (http://www.bioludica.com.br), oficina de jogos com temas biológicos voltada para crianças e adolescentes. Participa também do coletivo de ideias Biotrix ( http://www.biotrix.com.br). Com mais de 12 livros publicados, entre eles Biodiversidade: é para comer, vestir ou passar no cabelo (Editora Peirópolis); Conservação de Biodiversidade em Áreas Protegidas (Editora Fundação Getúlio Vargas), Meio Ambiente: e eu com isso? (Editora Peirópolis); Quanto dura um rinoceronte? (Editora Peirópolis); Rio + 20, +21, +22, +23 (da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), e Seria melhor mandar ladrilhar? (Editora Universidade de Brasília e Peirópolis). Foi responsável pela área de biodiversidade e coordenadora de políticas públicas do WWF Brasil, coordenadora de biodiversidade no Instituto Socioambiental e coordenadora do núcleo de gestão do conhecimento do Instituto Internacional de Educação do Brasil.

Entrevista em vídeo:
Nurit Bensusan conta como se tornou escritora –Biolúdica
http://www.youtube.com/watch?v=tUXFLGCSpA8

Nurit Bensusan fala sobre o livro-jogo Labirintos – Parques Nacionais
http://www.youtube.com/watch?v=Wrqp4j4jAJU

Mais informações: http://www.bioludica.com

Assessoria de Imprensa:
Gulyas Comunicação
Camila Gomes – camila.dreamscomunicacoes@gmail.com 21. 7950-5868 / 21. 3579-9650
Fernanda Fernandes – gulyascomunicacao@gmail.com 61. 8428-0719
Clarice Gulyas –clarice.gulyas@gmail.com 61.8177-3832

Dia do Escritor: Brasil ainda carece de bons livros infantis com temas ambientais, afirma escritora Nurit Bensusan

Bióloga brasiliense foi contemplada recentemente com o prêmio “O Melhor para a Criança”, maior da literatura infanto-juvenil brasileira

nurit bensusan 1

Neste Dia do Escritor, celebrado nesta quinta (25/7), Brasília tem motivos para se orgulhar. Isso porque a obra Labirintos – Parques Nacionais, da bióloga e escritora brasiliense, Nurit Bensusan, foi premiada, recentemente, com o selo “O Melhor para a Criança”, na categoria informativo, pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). O prêmio é considerado o maior voltado para a literatura infantil no Brasil. Labirintos, que já foi adotado em escolas do DF e, inclusive, parques nacionais de outros Estados, oferece aos leitores mirins uma viagem por 12 parques nacionais brasileiros por meio de ilustração diferenciada e curiosidades divertidas. Obra faz parte do projeto de popularização da ciência da autora, que desenvolve jogos de cartas e livros para a criançada de forma personalizada.

Outras obras infantis de Nurit, já reconhecida por publicar outros 12 títulos com temas específicos voltados para a ciência e o meio ambiente para o público adulto, são: Rio + 20, 21, 22… (lançado na Rio + 20) e Quanto Dura Um Rinoceronte?, que ganhou o selo de Altamente Recomendável pela FNLIJ.

Doutora em Educação e mestre em Ecologia, Nurit Bensusan conta como começou a escrever: “Na verdade eu sempre gostei bastante de divulgação cientifica. A ideia de explicar assuntos relacionados à ciência para um público leigo sempre me atraiu, e escrever foi algo que me aconteceu naturalmente. Começou com a oportunidade de escrever um ou outro artigo que eram divulgados em colunas de jornais e sites e em 2000, lancei meu primeiro livro intitulado “Seria Melhor Mandar Ladrilhar?”, relembra a colunista do blog Nosso Planeta, do portal O Globo.

Idealizadora da Biolúdica, empresa que há quase dois anos lança jogos e livros sobre ciências e meio ambiente para o publico infanto-juvenil, Nurit revela que o trabalho com crianças é especialmente gratificante. “O público infantil é diferente do adulto, não só por terem outra forma de se interessar pelas coisas, sem a relação utilitarista que gente grande costuma ter, mas também por terem uma empatia muito forte pelos assuntos ambientais. Conservar essa empatia pode fazer muita diferença para o futuro”, afirma a bióloga que atualmente trabalha em um novo livro de perguntas e respostas, também voltado para os baixinhos.

Para ela, ajudar a popularizar a ciência entre as crianças é um dos trabalhos mais importantes de sua carreira, pois, no Brasil, ainda faltam obras sobre ciência e meio ambiente de qualidade para esse tipo de público. “A maioria das obras de divulgação cientifica, especialmente quando voltadas às crianças, tendem a simplificar ao máximo o tema, tornando-se superficiais e pobres de informações. Acredito que a maneira correta não está em simplificar, mas em manter a complexidade e profundidade do tema, apenas explicando de uma maneira melhor, e mantendo a leitura interessante e agradável”, ressalta.

Reconhecimento
Capa_Labirintos-Parques-Nacionais-NuritBensusan

O maior reconhecimento do trabalho de Nurit Bensusan com as crianças veio em março de 2013, quando os livros Labirintos – Parques Nacionais e Quanto Dura um Rinoceronte? foram expostos na Feira de Bolonha, na Itália, a maior feira mundial voltada para literatura infantil. Em maio, a obra Labirintos foi escolhida como a melhor do Brasil, na categoria Informativo, pela Fundação Nacional do Livro Infanto e Juvenil (FNLIJ). Prêmio entregue, anualmente, aos autores dos melhores livros para crianças, é uma espécie de “Oscar” da literatura infantil brasileira. “Escrever para crianças sobre temas biológicos e ambientais é um enorme prazer, e ter o meu trabalho reconhecido pela FNLIJ é muito gratificante”, comemora a pesquisadora ambiental.

Outros trabalhos

Além do sucesso de trabalhos infantis como “Quanto Dura um Rinoceronte?”, obra preferida de Nurit, que é uma resposta biológica ao verso “Quanto dura um rinoceronte depois de ser enternecido?”, de Pablo Neruda; e “Rio+20, 21, 22…”, lançado pela bióloga durante a conferência Rio+20, em 2012, a escritora também possui obras voltadas ao público adulto, como “Meio Ambiente: e Eu com Isso?” e “Biodiversidade: Para Comer, Vestir ou Passar no Cabelo?”.

nurit bensusan - labirintos Bioludica

Sobre Nurit Bensusan

Bióloga e engenheira florestal, pós-graduada em História e Filosofia da Ciência pela Universidade Hebraica de Jerusalém, mestre em Ecologia e doutora em Educação pela Universidade de Brasília (UnB). É autora do blog Nosso Planeta, do jornal O Globo ( http://oglobo.globo.com/blogs/nossoplaneta), uma de suas plataformas de popularização da ciência, e criadora da Biolúdica (http://www.bioludica.com.br), oficina de jogos com temas biológicos voltada para crianças e adolescentes. Participa também do coletivo de ideias Biotrix (http://www.biotrix.com.br). Com mais de 12 livros publicados, entre eles Biodiversidade: é para comer, vestir ou passar no cabelo; Meio Ambiente: e eu com isso?; Quanto dura um rinoceronte?; Rio + 20, +21, +22, +23 (da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), e Seria melhor mandar ladrilhar? (Editora Universidade de Brasília e Peirópolis) foi responsável pela área de biodiversidade e coordenadora de políticas públicas do WWF Brasil, coordenadora de biodiversidade no Instituto Socioambiental e coordenadora do núcleo de gestão do conhecimento do Instituto Internacional de Educação do Brasil.

Mais informações:
http://www.bioludica.com

Assessoria de Imprensa da Biolúdica:

Gulyas Comunicação
Clarice Gulyas e Fernanda Fernandes

(61) 8428 0719 / 8177 3832
gulyascomunicacao@gmail.com

Férias: Jogos e livros de bióloga brasiliense propõem entretenimento ecológico e científico

 Férias: Jogos e livros de bióloga brasiliense propõem entretenimento ecológico e científico

pet desafio

Jogos de cartas e livros-jogos que trazem informações e curiosidades sobre os animais e a biodiversidade são atrativos diferenciais de iniciativa de bióloga e engenheira florestal brasiliense, Nurit Bensusan. Entre os destaques da Biolúdica, empresa lançada por Nurit em 2011, está o livro-jogo Labirintos – Parques Nacionais, recém vencedor do prêmio O Melhor para Criança, na categoria Informativo, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

Referências culturais como Franz Kafka e Pablo Neruda são alguns dos exemplos que permeiam o imaginário de crianças e adolescentes entre os 5 baralhos de cartas e 3 livros infanto-juvenis que trazem ainda personagens da mitologia grega e curiosidades sobre os seres vivos e o meio ambiente. Entre as novidades assinadas pela também doutora em Educação e mestre em Ecologia, Nurit Bensusan, estão os jogos Metamorfuts (que trata da sequência de vida dos animais) e PET, o desafio (super herois animais que combatem ameaças ambientais e tecnológicas). Os materiais, já adquiridos por diversas escolas particulares do Distrito Federal, podem ser encontrados na Livraria Cultura, no Café Ernesto (115 sul), no Café Objeto Encontrado (102 norte) ou encomendados pelo site http://www.bioludica.com.br

LIVROS DA BIOLÚDICA:

Em Labirintos – Parques Nacionais, a história de 12 dos principais parques nacionais brasileiros é contada de forma divertida e curiosa em uma espécie de livro-jogo que traz labirintos que estimulam uma viagem inesquecível a paisagens com territórios aquáticos e terrestres, como o Corcovado, Fernando de Noronha e a Água Mineral. Já em Rio +20, +21, +22, +23, a obra lançada por Nurit durante a abertura da Rio + 20, alerta a importância de se preservar o meio ambiente não só para as próximas gerações, mas ter desde já uma conscientização diária que garanta essa sustentabilidade. E por falar em preservação, Quanto dura um rinoceronte? levanta questões sobre o desmatamento e a extinção dos animais em uma “resposta biológica” ao poema de Pablo Neruda que traz em seus versos a pergunta “Quanto dura um rinoceronte depois de ser enternecido?”.

JOGOS DA BIOLÚDICA

Além de escrever para o público infantil, Nurit Bensusan também se dedica a criação de jogos infantis que costuma chamar de “biolúdicos”. Nas cartas de Bioquê? (charadas),Tsunami (ameaças ao ambiente marinho), Biobrazuca (conservação dos biomas), e os recém lançados Metamorfus (metamorfose dos animais) e PET, o desafio (trunfo com animais super herois), as figuras coloridas de animais junto com as ameaças naturais e humanas abordadas nos jogos (como a clonagem, a pesca predatória e a poluição), se tornam fonte de grande quantidade de informações biológicas que são absorvidas de forma natural a cada partida.
Informações sobre a Biolúdica:
http://www.bioludica.com.br

Releases
https://bioludica.wordpress.com/category/noticias/

Últimos destaques da Biolúdica: Bióloga de Brasília cria jogo sobre Rio+20 para ensinar educação ambiental https://bioludica.wordpress.com/2013/06/05/biologa-de-brasilia-cria-jogo-sobre-rio20-para-ensinar-educacao-ambiental/

Dia Mundial do Meio Ambiente: Nurit Bensusan diz que consumo excessivo é a principal problemática do Planeta https://bioludica.wordpress.com/2013/06/05/dia-mundial-do-meio-ambiente-nurit-bensusan-diz-que-consumo-excessivo-e-a-principal-problematica-do-planeta/

Livro de bióloga brasiliense ganha maior prêmio de literatura infantil do Brasil https://bioludica.wordpress.com/2013/05/14/livro-de-biologa-brasiliense-ganha-maior-premio-de-literatura-infantil-do-brasil/
Assessoria de imprensa da Biolúdica:
Gulyas Comunicação
(61) 8177 3832 / 8428 0719
gulyascomunicacao@gmail.com

Empreendedorismo: Biolúdica é exemplo em matéria do Alô Brasília

Reportagem foi veiculada pelo jornal Alô Brasília, neste sábado (15/6), com tiragem de 10 mil exemplares.  Confira!

Biolúdica vira exemplo de empreendimento em matéria do jornal Alô Brasília

Nurit e Arie Bensusan - divulgacao

bióloga e diretora da Biolúdica, Nurit Bensusan, irá conceder entrevista ao jornal Alô Brasília nesta quinta (13/6). Na ocasião, a também doutora em Educação e mestre em Ecologia irá ser personagem especial do caderno Alô Empreendedorismo, onde contará de onde surgiu a ideia de investir no mercado infantil e atingir um nicho de consumidores mirins com produtos voltados para informações sobre ciência e meio ambiente. A reportagem deverá ser publicada neste sábado.

(9/6) Biolúdica atrai público infantil no Circuito Brasília de Natação Ecológica

(9/6) Biolúdica atrai público infantil no Circuito Brasília de Natação Ecológica

Nurit Bensusan - Bioludica  3 - foto de Vivi&Luiz

Crianças e adolescentes terão uma ótima opção de lazer com as atrações da Biolúdica, que participará neste domingo (9/6), das 9h às 14h, do Circuido Brasília de Natação Ecológica. O objetivo do encontro é ampliar a consciência ambiental da comunidade na Semana do Meio Ambiente, além de incentivar a prática de esportes aquáticos com a 1ª etapa do Campeonato Brasiliense de Maratonas Aquáticas. Na ocasião, a Biolúdica, empresa de jogos e livros infantis com temas biológicos, lançada pela bióloga brasiliense, Nurit Bensusan, irá uma rodada jogos de cartas que trazem curiosidades e figuras de animais. A atividade é voltada para crianças a partir de 8 anos de idade. O evento é aberto ao público e será realizado no Parque das Garças, localizado na QL 16 do Lago Norte.

A programação também engloba espaços dedicados à exposição de artesanatos, fotos e pipas, e oficinas ambientais sobre a preservação da água e de incêndios no Cerrados. Também está previsto show com o grupo Batukenjé e aulas de caiaque, stand-up padle e natação.

Realização: Federação de Esportes Aquáticos do DF

Serviço:
Circuito Brasília de Natação Ecológica
Data: 9 de junho Horário: 9h às 14h
Local: Parque das Garças (QL 16 do lago Norte)
Entrada: franca
Informações: (61) 8167-0410 / (61) 9552-5070

Informações sobre a Biolúdica: www.bioludica.com.br

Últimos destaques da Biolúdica: Bióloga de Brasília cria jogo sobre Rio+20 para ensinar educação ambiental https://bioludica.wordpress.com/2013/06/05/biologa-de-brasilia-cria-jogo-sobre-rio20-para-ensinar-educacao-ambiental/

Dia Mundial do Meio Ambiente: Nurit Bensusan diz que consumo excessivo é a principal problemática do Planeta https://bioludica.wordpress.com/2013/06/05/dia-mundial-do-meio-ambiente-nurit-bensusan-diz-que-consumo-excessivo-e-a-principal-problematica-do-planeta/

Livro de bióloga brasiliense ganha maior prêmio de literatura infantil do Brasil https://bioludica.wordpress.com/2013/05/14/livro-de-biologa-brasiliense-ganha-maior-premio-de-literatura-infantil-do-brasil/

Foto: Vivi e Luiz Fotografia

Assessoria de imprensa da Biolúdica:
Gulyas Comunicação
(61) 8177 3832 / 8428 0719
gulyascomunicacao@gmail.com

Bióloga de Brasília cria jogo sobre Rio+20 para ensinar educação ambiental

Nurit Bensusan se especializa na criação de jogos infantis com temas ambientais. O último, sobre a conferência da ONU, estimula o aprendizado e desperta a conscientização 

Os livros de Nurit Bensusan promovem a interação entre as crianças (Tina Coêlho/Esp. CB/D.A Press)

Os livros de Nurit Bensusan promovem a interação entre as crianças

“Antes de trocar de videogame, pense se, de fato, você precisa de um novo”; ou “Não desperdice água, nem alimentos”; ou, ainda, “O futuro depende de cada um de nós”: essas são algumas das mensagens que o livrinho idealizado pela bióloga brasiliense Nurit Bensusan traz para as crianças. A obra, feita especialmente para a conferência da ONU, levanta as seguintes questões: Rio+ 20, o quê? 20 espécies ameaçadas? 20 problemas ambientais, ou seriam 20 ideias para mudar o mundo?

A autora traz as respostas com 20 exemplos para cada uma das perguntas. Segundo Nurit, a preocupação dos pequenos com temas sobre o meio ambiente é incrível. “Elas ficam indignadas com o fato de que as baleias podem desaparecer e querem fazer de tudo para isso não acontecer. É exatamente essa indignação que temos que manter depois que crescermos”, afirma.

Cinco mil livrinhos, com três jogos cada, foram distribuídos durante o evento para crianças entre 7 e 12 anos. Eles abordam os principais temas discutidos na Rio+20 e precisam ser jogados em grupo. OPolislândia mostra os conflitos das áreas urbanas e aborda questões como poluição, caos do transporte, lixo e devastação das áreas verdes.

No Megamemória, a garotada precisa identificar um trio de cartas — uma sobre a situação atual da natureza; outra em 2032, com o sucesso da Rio+20; e, por fim, a terceira, sobre o possível fracasso da conferência. Já no jogo O que me ameaça?, o principal objetivo é achar pares de cartas diferentes, com a espécie ameaçada e com o que a ameaça.

Fonte: Correio Braziliense

Dia Mundial do Meio Ambiente: Biolúdica é capa do caderno Ser Sustentável do Correio Braziliense

Confira a participação da Biolúdica no suplemento especial para o Dia Mundial do Meio Ambiente do Correio Braziliense!

Suplemento Meio Ambiente Correio Braziliense Nurit Bensusan Bioludica capa Suplemento Meio Ambiente Correio Braziliense Nurit Bensusan Bioludica

Faça o download do suplemente especial do Correio Braziliense para o Dia do Meio Ambiente! Confira aqui: DiaMundialdoMeioAmbiente – suplemento do Correio Braziliense

 

Assessoria de imprensa:
Gulyas Comunicação
(61) 8428 0719 / 8177 3832
Clarice Gulyas e Fernanda Fernandes
gulyascomunicacao@gmail.com